Utilizamos cookies para melhorar sua experiência. Ao clicar em ACEITAR, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Direito de Família

Atualizado 22/04/2024

Ação de Exoneração de Alimentos

Carlos Stoever

2 min. de leitura

Compartilhe:

Clique para ver o vídeo

A ação de exoneração de alimentos é um tipo de processo judicial, que tem por objetivo afastar a obrigação de prestar alimentos ao ex-cônjuge, ao filho ou aos pais. A ação também pode servir para que os avós que estejam prestando alimentos aos netos, chamados de alimentos avoengos.

Qual a previsão legal da ação de exoneração de alimentos?

A ação de exoneração de alimentos está prevista no Art. 1.699 do Código Civil:

Art. 1.699. Se, fixados os alimentos, sobrevier mudança na situação financeira de quem os supre, ou na de quem os recebe, poderá o interessado reclamar ao juiz, conforme as circunstâncias, exoneração, redução ou majoração do encargo.

Além disso, sua fundamentação legal também está na Lei nº. 5.478/68.

O que é o binômio necessidade/possibilidade na prestação de alimentos?

O binômio necessidade/possibilidade é um princípio jurídico frequentemente aplicado em casos de direito de família que envolvem a prestação de alimentos (pensão alimentícia).

Esse binômio serve como um critério para determinar o valor que deve ser pago pelo alimentante (a pessoa responsável por fornecer a pensão) ao alimentando (a pessoa que recebe a pensão).

Seus aspectos podem ser assim definitos:

  • Necessidade: Este é o aspecto que considera as necessidades do alimentando. Isso inclui não apenas necessidades básicas como alimentação, moradia e educação, mas também um padrão de vida que seja razoavelmente compatível com o padrão da família. A necessidade é avaliada com base em fatores como a idade do alimentando, sua saúde, sua capacidade de trabalhar e gerar sua própria renda, entre outros aspectos.

  • Possibilidade: Este aspecto considera a capacidade financeira do alimentante de prover os alimentos. A ideia é que a pensão alimentícia não deve ser tão onerosa ao ponto de comprometer as necessidades básicas do alimentante. A possibilidade é avaliada considerando-se a renda, as despesas e outros compromissos financeiros do alimentante.

O que argumentar na ação de exoneração de alimentos? 

Em uma boa ação de exoneração de alimentos, a argumentação fática é decisiva para ganhar ou perder o processo. Nossa experiência na advocacia nas varas de família nos mostra que o advogado deve focar na alteração do binômio necessidade/possibilidade.

Alguns argumentos bastante contundentes na ação de exoneração de alimentos são:

  • Diminuição da capacidade financeira do alimentando – por razões profissionais ou pela constituição de nova família, com novos filhos, por exemplo;
  • Aumento da capacidade financeira do outro responsável - por exemplo, a mãe da criança pode ter conseguido um bom emprego e ter condições de participar mais no sustento do filho;
  • Desemprego de quem paga a pensão ou outras dificuldades econômicas, em razão de saúde, por exemplo;
  • Estar o alimentando com condições de arcar com seu próprio sustento, mesmo que de forma parcial - por estar trabalhando ou viver em união estável.

Atenção: a simples maioridade do alimentado não gera exoneração automática da pensão.

Este entendimento já está consolidado à Súmula nº. 358 do STJ:

Súmula nº. 358 - STJ: O cancelamento de pensão alimentícia de fi lho que atingiu a maioridade está sujeito à decisão judicial, mediante contraditório, ainda que nos próprios autos..

Claro que é um argumento relevante, pois ele já poderá trabalhar - porém pouco adiantará se ele ainda estiver na faculdade, por exemplo.

Foto de Carlos Stoever

Carlos Stoever

(Advogado Especialista em Direito Público)

Advogado. Especialista em Direito Público pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, e MBA em Gestão de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas. Consultor de Empresas formado pela Fundação Getúlio Vargas. Palestrante na área de Licitações e Contratos Administrativos, em cursos abertos e in company. Consultor em Processos Licitatórios e na Gestão de Contratos Públicos.

@calos-stoever

Compartilhe:

Ação de Exoneração de Alimentos

Alimentos Avoengos

Argumentos na Exoneração

binômio necessidade/possibilidade

Obrigação Alimentar

Peças Recomendadas

Fluxogramas Recomendados