Inicial. Indenizatória. Tratamento Médico. Cirurgia. Perda de Visão.

c
clarianesantos@outook.comAdvogado(a)
Atualizado em: 27 de Março de 2020
0 opiniões
0Downloads

Resumo

Parte busca a reparação dos danos após realizar cirurgia e, não conseguindo marcar consultas, acabar perdendo a visão total de um olho e parcial de outro.

Conteúdo da petição

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ___ VARA CÍVEL DA COMARCA DE CIDADE - UF

 

 

 

 

 

 

 

 

Nome Completo, nacionalidade, estado civil, profissão, portador do Inserir RG e inscrito no Inserir CPF, residente e domiciliado na Inserir Endereço, vem respeitosamente à presença de Vossa Excelência, por intermédio de seu advogado in fine assinado, expor e propor a presente

AÇÃO DE REPARAÇÃO DE DANOS MORAIS

contra Razão Social, fundação privada, na pessoa de seu representante legal, com endereço na Inserir Endereço, pelo que passa a expor e requerer o que segue:

1. PRELIMINARMENTE  - DO BENEFÍCIO DA GRATUIDADE DA JUSTIÇA

O autor requer o benefício da gratuidade da justiça, por ser pobre na forma da lei, não tendo como prover as despesas do processo sem prejuízo do sustento próprio ou de sua família (artigos 98 e seguintes do Novo Código de Processo Civil).

2. DOS FATOS

O Autor é portador de deslocamento de retina(doc. anexo), decorrente de acidente de moto ocorrido em 2015. Em razão do problema ocular passou a ser atendido pelo Hospital Informação Omitida, onde realizou procedimento cirúrgico no olho esquerdo em 2016, e após seu tratamento completo, seria realizado o tratamento do olho direito.

 

Ante a negligência da ré no tratamento e acompanhamento do paciente, o promovente acabou perdendo completamente a visão do olho direito e vem perdendo paulatinamente a visão do olho esquerdo, embora, durante três anos, tenha tentado diversas vezes agendar consulta naquela instituição, sempre sem sucesso(docs. anexos).

 

Diante dessa realidade extenuante, considerando lesão sofrida pelo Autor frente a omissão dá ré, nada mais justo que esta seja responsabilizada pelos danos dela decorrentes.

3. DO DIREITO

A pretensão autoral tem como fundamento o art. 186 e 927  ambos do Código Civil, o qual estabelece a responsabilidade civil daquele que causar dano a outrem:

 

Art. 186. Aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete ato ilícito. 

 

Art. 927. Aquele que, por ato ilícito (arts. 186 e 187), causar dano a outrem, fica obrigado a repará-lo.

Parágr…

O conteúdo completo dessa peça é EXCLUSIVO para assinantes
Assine o JusDocs para ter acesso a essa e milhares de outras petições feitas por advogados especialistas

Avaliações

0

Média entre

0 opinião

Avalie essa petição!

Perguntas e respostas