Contrarrazões ao recuso ordinário. Extrato bancário. Pagamento extrafolha.

PA
Paula AlmeidaAdvogado(a)
Atualizado em: 10 de Junho de 2021
0 opiniões
0Downloads

Resumo

Parte ingressa com contrarrazões requerendo que seja mantida a sentença prolatada.

Conteúdo da petição

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ___ VARA DO TRABALHO DE CIDADE - UF

 

 

 

 

 

 

PROCESSO Nº Número do Processo

 

 

 

 

 

 

Nome Completo, já qualificado nos autos do processo em epígrafe, que move contraRazão Social + 2, por sua advogada infra-assinada, vem, respeitosamente à presença de Vossa Excelência, apresentar suas

 

CONTRARRAZÕES DE RECURSO ORDINÁRIO

 

interposto pela primeira reclamada, consubstanciado nos motivos em anexo. 

 

 

Termos em que,

P. E. Deferimento.

 

 

 

CIDADE, Data

 

Nome do Advogado

 

Número da OAB

 

 

 

 

 

 

 

EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA SEGUNDA REGIÃO

CONTRA RAZÕES DE RECURSO ORDINÁRIO

 

 

 

RECORRENTE: Nome Completo

RECORRIDO: Razão Social

PROCESSO Nº Número do Processo - ___ VARA DO TRABALHO DA CIDADE

 

 

 

 

COLENDO TRIBUNAL

 

ÍNCLITOS JULGADORES

 

 

A respeitável sentença prolatada pelo juízo “a quo” deverá ser mantida quanto aos pedidos formulados em recurso ordinário da primeira reclamada, pois ao julgar o feito, o fez com a mais lídima justiça, senão vejamos:

 

 

DO JULGAMENTO EXTRA PETITA

DA INÉPCIA DA INICIAL 

 

  Alega a recorrente que a inicial menciona o fato do recorrido receber, além do salário, o valor de R$ 3.990,81 (três mil, novecentos e noventa reais e oitenta e um centavos), pagos clandestinamente, no entanto, não haveria o pedido de integração desse valor ao salário, nem a condenação ao pagamento de reflexos respectivos.

 

Entretanto, nota-se que a peça monocrática requer tanto na causa de pedir quanto nos pedidos a nulidade dos recibos de pagamento visto eram meramente contábeis, ou seja, não espelhavam os reais salários percebidos pelo autor, como ainda nos pedidos, no item 7.15 assim constou:

 

“Diferenças no pagamento do aviso prévio, 13º salários, férias vencidas e proporcionais + 1/3 e F.G.T.S. + 40%, por todo pacto laboral, em decorrência da integração em seus cálculos do salário tarefa, das horas extras e dos D.S.R. sobre essas verbas.” Grifou-se

 

  Assim fantasiosa as alegações da recorrente de que a peça vestibular seja inepta.

 

  DOS EXTRATOS BANCÁRIOS

 

  Alega a recorrente que os extratos bancários estão ilegíveis assim deveriam ser desconsiderados para todos os efeitos como meio de prova para comprovar o salário “por fora”.

 

Contudo razão não lhe assiste visto que o juízo monocrático deferiu o pedido de reconhecimento do salário por tarefa com base no depoimento da testemunha do recorrido, o qual comprovou o pagamento por tarefa.

 

Assim não há o que se falar em prejuízo …

O conteúdo completo dessa peça é EXCLUSIVO para assinantes
Assine o JusDocs para ter acesso a essa e milhares de outras petições feitas por advogados especialistas

Avaliações

0

Média entre

0 opinião

Avalie essa petição!

Perguntas e respostas

Veja outras petições nessa categoria